Delineado colorido usando sombra

Volteeeeei com mais um vídeo!

Hoje eu mostro como eu faço meu delineado de gatinho quando quero usar uma corzinha:

Adoro meu delineador em gel preto, mas tem horas que cansa, né?! E essas sombras que eu ganhei, que são da Vult, são muito maravilhosas: além de um brilho incrível por serem 3D, ainda duram horrores e são super pigmentadas.

Se vocês gostaram, dêem um like no vídeo e se inscrevam no meu canal!

Talvez eu faça também sobre como eu uso batom líquido para conseguir outras cores de delineador. 😉

Resenha: Máscara Capilar Jaborandi e Abacate – Força da Terra

Como eu já contei para vocês aqui, eu adorei muito a máscara de coquetel de óleos da Força da Terra. Então resolvi dar mais uma olhada no resto da linha e encontrei, na mesma faixa de preço (R$23), essa outra máscara de jaborandi e abacate:

O que a marca promete:

“A FORÇA DA TERRA elaborou esta fórmula a partir do Extrato das folhas de Jaborandi e do Óleo de Abacate. Esta mistura uniformiza as cutículas, recupera a elasticidade, hidrata e fortalece os fios tornando-os resistentes e fáceis de pentear.
Não contém sal, corantes, parabeno, derivados de formol e componentes de origem animal. Não testada em animais, biodegradáveis, pH balanceado, embalagem totalmente reciclável.”

Composição: Pilocarpus Pennati Folius Leaf Extract, Avocado Oil, Cetearyl Alcohol, Cetrimonium Chloride, Shea Butter Fruit, Methylchloroisothiazolinone, Methylisothiazolinone, Aqua e Fragrance.

O que eu achei: Pela composição, eu já tinha imaginado que era uma reconstrução um pouco mais puxada para nutrição, e usando foi bem isso mesmo, meu cabelo ficou super macio já no momento em que eu o passei, deixei o tempo de ação de 20 minutinhos e enxaguei, não usei condicionador e sequei com o secador, ele ficou super macio, nutrido e com brilho. Já estou com meu potinho no fim, considerando comprar outro quando esse acabar, porque gostei muito e como usei várias vezes também, sei que funciona muito comigo.

Inspiração: undercut estilizado

Descobri vagando pelo Instagram esse undercut lindo com gatinho:

Gatinho!

Achei o máximo e já fiquei querendo um… Daí um amigo me marcou em uma matéria, falando sobre a artista que fez essa fofura, Aliya Askarova, de São Petersburgo, e descobri que ela fez outros undercuts ainda mais lindos:

Peixinho

Sereiando…

Raposinha

Mais gatinho

Rosa

Alien

Tem como não querer fazer uma raposinha dessas?! Bem, pelo menos assumir que o trabalho dela é incrível. Acredito que seja devido ao fato dela ser diretora criativa em um estúdio, o que explica muita coisa.

Os desenhos e as cores são escolhidos pelo cliente e ela os estiliza para fazer no cabelo, criando esses resultados maneirinhos.

Se você também curtiu o trabalho da Aliya, clique aqui para ver o Instagram dela. Eu particularmente, estou seguindo a menina em que ela fez o primeiro gatinho, que é gerente criativa em uma loja muito legal e posta várias coisinhas super visuais. Para ver o perfil dela, clique aqui.

Como ter cabelos coloridos

Esse é um assunto delicado, devemos começar bem devagar e explicar tudo muito direitinho. O primeiro passo é ter um cabelo muito bem cuidado, e quando eu digo bem cuidado, digo que ele não só deve ter uma aparência saudável, como também o toque macio. Não que você não possa mudar a cor e depois tratar, mas fazer assim só vai te dar mais trabalho, que é uma coisa que você terá bastante a partir do momento em que você se decidir que quer mesmo entrar no mundo dos coloridos.

O segundo passo é escolher a sua cor e pesquisar muito sobre as marcas de tinta que possuem a tonalidade escolhida, durabilidade, preço e tudo mais, afinal, tudo tem que estar dentro das suas posses, lembre-se que você ainda gastará muito mais dinheiro cuidando dos seus fios.

O passo seguinte é pesquisar muito sobre descolorantes, de começo posso indicar o Igora e o Blond Me, ambos da Schwarzkopf, que são considerados os melhores e são os que EU já testei, mas como todo “cosmético” varia muito de pessoa para pessoa, tem gente que prefere outros, mas eu recomendo SEMPRE fazer o teste de mecha e de toque para ter certeza de que você não terá nenhuma reação alérgica nem corte químico nem qualquer outra reação louca dessas.

Falando em corte químico, existem alguns produtos que não são compatíveis com descoloração e ao menos que seu cabelo seja loiro natural, você vai ter que descolori-lo independente da cor que você quer tingir. Na verdade mesmo que seu cabelo seja loiro, se você quiser que ele fique turquesa, por exemplo, você vai ter que fazer descoloração também.

O que varia nesse processo todo é o tempo de ação do descolorante, por que dependendo do tom, esse tempo diminui ou aumenta, mas você deve sempre seguir o que o fabricante recomenda na embalagem.

Depois de escolhida a cor, a marca da tinta, o descolorante está tudo pronto para a mudança.

Como eu comecei aos poucos, fui fazendo em casa mesmo, sempre lendo muito sobre o assunto. Pesquisando no Google fui conhecendo pessoas que tinham anos a mais de experiência, que tinham blogs, vlogs e tudo mais. Hoje em dia eu pertenço também a grupos no Facebook onde trocamos dicas e conhecimentos e isso é muito importante, preguiça é algo que vai ter obrigação de sair do seu vocabulário, você não precisa saber tudo, ninguém nasce sabendo e sempre temos muita disposição em ensinar, mas boa vontade é tudo, e pesquisar é essencial.

Não vale a pena ter um cabelo de uma cor linda, que você sempre sonhou mas que não segura a cor por mais que algumas lavagens porque seu cabelo está maltratado, sem vida, etc.

Salão é uma boa opção para a descoloração, se feita com um bom profissional. Mas pesquise antes! Tenha certeza de que aquele cabeleireiro sabe do que está fazendo. Descoloração é uma coisa muito delicada, ainda mais se for total, a maioria dos profissionais nem faz com medo. Mesmo assim, se não se sentir segura (o), ainda é melhor fazer com alguém que entenda. Tem muita gente boa por aí, aprendendo cada vez mais, uma vez que hoje o cabelo colorido está se tornando mais comum. E isso é muito bom.

Bem, depois de ter consciência disso tudo você só vai precisar descolorir os cabelos, dar o tempo de pausa necessário e depois aplicar a tinta, sempre respeitando o que o fabricante indica.

Quando seu cabelo estiver lindo na sua cor você terá que tratá-lo ainda com mais carinho, mas isso é assunto para outros posts, tratamentos, cronograma capilar… Isso tudo eu vou explicando, procura nas tags e arquivos aqui do lado, já falei sobre o cronograma algumas vezes, assim como cada etapa.

Desculpa pelo post enorme, mas é mesmo um assunto muito sério, pra algumas pessoas o cabelo simplesmente cresce e pra outras é uma parte muito importante das suas vidas e auto-estima.

Também tenho que dizer que faço parte do lado colorido da força há mais de seis anos, então posso garantir que vale a pena, ainda mais sendo cuidadosa (o) e fazendo tudo certinho. A gente faz umas besteirinhas, mas isso faz parte, a gente aprende. Por isso é tão importante saber e pesquisar o que estamos fazendo. Não troco meu rainbow hair por nada nessa vida e sigo mudando minhas cores.

Como manter o sidecut

Eu sei, essa semana foi bem agitada e meia estranha com o feriado no meio, mas hoje eu trouxe mais vídeo para compensar a falta de posts, rs.

Sidecut, como vocês sabem, é esse tipo de corte com o cabelo raspado nas laterais, no meu caso, só em uma lateral. Eu curto muito o meu bem baixinho, então toda semana eu aparo ele novamente, porque, por mais que ninguém sinta a diferença, eu sinto muita. Então resolvi mostrar como eu faço, já que muita gente tem curiosidade sobre como manter e tudo mais:

Muita gente também acha que o fato de cortar ele sempre assim na máquina vai deixar os fios mais grossos, puro mito. Além das pessoas que já deixaram crescer e nunca viram nenhuma diferença, eu também já deixei o meu crescer um tempo, quando estava perto do meu casamento para poder fazer um penteado caso eu quisesse, fica mais fácil, né? 😀 Bem, o meu chegou até a altura de um corte chanel, e, como estava bem cuidado, não tinha diferença nenhuma pro resto do cabelo, muito pelo contrário, ninguém nem reparava que um dia tive sidecut, só que estava mais curtinho mesmo.

Eu sei que uma semana depois do grande dia eu já estava raspando tudo de novo! XD Adoro meu cabelo assim e já faço isso há mais de uns 3 anos… Nem tenho vontade de deixar crescer, que eu acho que dá mais trabalho do que manter, vide o resto do meu cabelo que cada vez que tá grandão eu vou lá e passo a tesoura de novo! Hahaha, sou uma pessoa que enjoa muito fácil, além do mais, quando eu quero mudar ou fazer algo diferente, é só jogar o resto do cabelo por cima que muda muito o visual. Mas só faço isso de vez em quando mesmo:

Coleção Vult Let’s Rock

Oi, gente!

Voltei com swatches de batons pra vocês!

Infelizmente, ainda não tive oportunidade de colocar as minhas mãos nessa coleção linda que a Vult acabou de lançar, inspirada nos anos 80:

Coleção Vult Let’s Rock

Em compensação, eu vi esse vídeo da linda da Karol mostrando cada um deles e achei que seria muito útil que vocês soubessem como eles ficam na boca:

Eu amei quase todas as cores, já quero comprar, principalmente os tons roxos, claro! XD

O preço médio de cada um é R$15,90, o que eu gostei mais. 😉

Como fazer trança embutida

Oie!

Vim mostrar pra vocês como eu faço trança embutida rapidinho sem nenhum segredo. Fiz um vídeo porque fica bem mais fácil para explicar, então, aqui vai:

E aí, alguma dúvida?

O legal é que além de simples, fica super charmosa e serve tanto para dias normais como para um evento mais sofisticado. Eu adoro fazer trancinhas quando estou enjoada do cabelo sempre solto, melhor solução para bad hair day também! Hahahahah!

Viagem à Bonito

Hoje é dia de contar como foram as minhas férias! Mesmo sendo muito pouco tempo (na minha opinião), eu adorei a experiência!

Fui à Bonito porque já morei no Mato Grosso do Sul durante dois anos da minha vida e todo mundo lá sempre comentou que simplesmente não se podia deixar de visitar a cidade, e eu, mesmo morando esse tempo lá, nunca tive a oportunidade nem de passar perto.

Vou falar pra vocês, aquelas pessoas estavam certíssimas! Não se pode deixar de visitar Bonito se tiver chance. Vale a pena cada minuto em que se está lá.

Estrada para Bonito

Estrada para Bonito

A cidade em si é bem pequena, e como toda cidade pequena, não tem muita coisa no Centro mesmo pra fazer, mas ainda assim dá pra curtir bastante nos restaurantes lindos, barzinhos, sorveterias e lojinhas de souvenir. Afinal, você vai precisar e querer MUITO levar várias lembrancinhas de araras par casa! <3

Ararinhas são tão fofas!

Ararinhas são tão fofas!

Antes de qualquer coisa, preciso falar sobre a agência de viagens com a qual ajeitei tudo, a Bonito Way. Empresa muito legal que atendeu todas as minhas necessidades. Pra ir para um lugar assim, que eu não conheço e ainda ir sozinha, precisei ter muita confiança e, apesar de ter achado eles pelo Google,  desde o início o atendimento foi super atencioso e solícito. Tirei todas as minhas dúvidas e selecionei os passeios que gostaria de fazer, então a agência me passou o roteiro da viagem e eu acertei tudinho por lá mesmo: transporte de ida e volta à Bonito, hospedagem em pousada, passeios e locomoção para esses passeios.

Tudo acertado, comprei as passagens de ida e volta para Campo Grande, que é a capital do MS e combinei com meu avô de ir me buscar, afinal, eu tinha que aproveitar esse tempinho e dar uma atenção especial à ele, já que quase não nos vemos e só temos essas pequenas oportunidades. Ele mora lá em Campo Grande mesmo e foi tudo muito tranquilo, porque a agência tem uma van que nos busca no aeroporto.

No dia 02 de Agosto cheguei em Bonito lá pras 7 da noite e fui fazer check-in na agência de viagens, e mais uma vez, foram super atenciosos. Além de assinar contrato e pagar o que faltava do mesmo, já que 30% do sinal já havia sido pago por depósito para reservar a viagem, ainda pude alugar uma câmera subaquática para os passeios em rios, o que por lá é muito útil e foi bem baratinho: R$50,00. De lá fui para a pousada e descansei, meu dia seguinte seria bem agitado, haha.

No meu roteiro tinha todos os horários certinho e, como já comentei, o transporte da agência viria me buscar para me levar aos passeios. O dia começava cedo e a primeira coisa que fiz foi visitar a Gruta do Lago Azul, super conhecida não só na região como no país inteiro. Já foi até cenário de novela! Que lugar maravilhoso. A gente faz uma pequena trilha até chegar à gruta em si e depois começamos a descer pela escadaria construída para os visitantes. Como o instrutor de lá explicou ao grupo, existe um bolsão de oxigênio na gruta, então a respiração fica bem difícil e cansativa, mas consegui ir numa boa, pois fazemos várias paradas para descansar e tirar fotos, eu não achava que ia cansar tanto, quando olhei, achei a descida bem de boa, mas realmente, cansa sim. Mesmo parando a todo momento, minhas pernas no final já estavam tremendo, rsrsrs.

Descida da entrada

Descida da entrada

De dentro da gruta

De dentro da gruta

Vista da plataforma

Vista da plataforma

A água mais azul que já vi

A água mais azul que já vi

Depois dessa maravilha, nada poderia superar, certo? ERRADO! Muito errado! Nossa, isso era só o começo do meu dia. Da Gruta eu fui para o Rio Sucuri, onde tem a recepção, como todos os passeios que eu fiz por lá, almocei e fui instruída junto com meu grupo a colocar a roupa correta para a flutuação (dica: com biquini por baixo), que seria o body de neoprene e botinha, também de neoprene, e colete. Todos prontos, nós fazemos outra pequena trilha e a instrutora vai explicando sobre o lugar e o rio, que tem a terceira água mais cristalina do mundo! *.*

agua super clarinha e azul <3

agua super clarinha e azul <3

Muito feliz mergulhando!

Água e árvores

Fundo do rio cheio de conchinhas *.*

Fiquei encantada! Maravilhada foi pouco… Nós entramos no rio por um deck, já que não podemos encostar os pés no fundo, a entrada é devagar e em uma parte um pouco mais funda, assim, já começamos a flutuar. Colocamos o snorkel e eu tive a visão mais linda que já tive na minha vida: a água mais limpa, azul e gelada! Kkkkk! Sem dúvida nenhuma, a melhor coisa que já fiz na minha vida.

Na flutuação em si, só vi peixes, e apesar do nome do rio, não avistei nem de longe nenhuma cobra (graças aos deuses), mas a experiência foi incrível. A duração é de mais ou menos uns 50 minutos, mas eu nem senti. Passou muito rápido e eu adorei cada segundo. A parte chata é que eu não tinha ninguém pra dividir. Apesar de ser feito em grupo, as pessoas eu conheci na hora e estava todo mundo em casal, e eu a única que estava sozinha. Mas enfim, curti e super recomendo.

Cansada porém super animada, recebi uma dica de uma amiga para ir jantar no restaurante Casa do João. Adorei a dica. Lugarzinho super confortável e aconchegante. Comida gostosa e ótimo atendimento. Aproveitei que tinha lojinha de souvenir no local e comprei várias fofuras pra levar pra casa. 😀

No dia seguinte, fiz três “atividades”, e como no dia anterior, acordei cedo. Dessa vez fui fazer o que eu mais estava animada: visitar o Buraco das Araras! Se eu não esperava todas essas boas surpresas e tudo tinha sido maravilhoso até aquele momento, vocês imaginam como eu fiquei esperando que seria esse passeio em específico, né? XD

O lugar é lindo, super preservado e as ararinhas ficam voando e se exibindo pra você! Minha cara na hora que as vi voando em casalzinho deve ter sido ótima, a sorte é que eu já tinha ido preparada com o celular à postos para pegar qualquer movimento delas! Nesse local, vivem cerca de 20 casais de araras, o buraco é literalmente no chão e elas fazem os ninhos nas paredes, mas também ficam passeando e vivendo por ali, na região e bebem água nos potinhos que os intrutores deixam espalhados pelas árvores locais, já que lá no fundo tem um lago, mas habitado por jacarés, o que as faz ficarem afastadas de lá, em compensação, temos a oportunidade de vê-las ainda mais de perto quando damos a sorte de aparecerem pela trilha pra matar a sede. *.*

Recepção do Buraco das Araras

Recepção do Buraco das Araras

Vista

Vista

Lindas se exibindo

Lindas se exibindo

Vendo de pertinho

Vendo de pertinho

Casalzinho

Em suas casinhas

Em suas casinhas

De lá fui direto para o Balneário Municipal, que também é um local fechado, com alguns restaurantes e locais para alugar roupas de flutuação, além das lojas de lembracinhas. Lá tem um gramadinho muito útil pra pegar sol e fazer piquenique com a família na beira do rio. Como eu tinha amado fazer flutuação, foi a primeira coisa que fiz. Nesse caso, eu podia ficar fazendo isso o dia inteiro se quisesse, mas olha, como água cansa.

Pronta para mais um mergulho

Pronta para mais um mergulho

Almocei por lá mesmo e chamei o motorista do transporte, que fica à nossa disposição nesse tipo de passeio, e aproveitei para descansar, por que né?!

À noite eu marquei para visitar a Taboa, fábrica de cachaça da cidade que também faz várias peças de artesanato em barro. A parte legal, além da história do bar e da cachaça, é que você vê a criação das peças desde o início e até pode criar algo lá com o material deles. No final você ganha um vale caipirinha, que é feita com a cachaça da própria fábrica, para usar no bar deles, em outro ponto da cidade, bem no centro. Claro que eu aproveitei para jantar lá, e adorei a ideia que tiveram de deixar cada visitante assinar as paredes, haha, o visual fica bem louco, mas muito divertido. Não tinha como ficar entediada, a cada olhada descobria uma mensagem diferente: conforme foi acabando o espaço das paredes, as pessoas começaram a escrever nas mesas e cadeiras. Também tinha uma lojinha que vendia as artes da fábrica e música ao vivo muito gostosinha.

Infelizmente, no dia seguinte acabou a minha estada lá e voltei à Campo Grande para curtir a companhia do vôzinho. A viagem demora cerca de quatro horas e meia e é bem cansativa, não tem sinal de internet nem pra ouvir música, rs, mas pensando aqui e me lembrando de tudo só consigo sentir saudades e já quero voltar. Já falei inclusive com o pessoal da agência que preciso ficar mais dias para aproveitar outros passeios que não fiz.

E vocês, o que acharam? Se tiverem alguma dúvida, curiosidade ou se tiver algo que eu tenha esquecido de falar, por favor, perguntem nos comentários que eu vou ter o maior prazer em contar mais dessa experiência.

Quem mais quer fechar uma viagem tipo amanhã?! \o/

 

Cronograma Capilar

Bom, vou tentar ensinar pra vocês um método de tratamento dos cabelos que eu uso há um tempo e já me salvou de muita coisa, método aliás que hoje em dia está muito famoso e é muito falado.

 

O Cronograma Capilar é composto de 3 fases: Hidratação, Nutrição e Reconstrução, onde cada uma dessas fases vai fornecer aos cabelos algo de que ele precisa. Esse procedimento deve ser feito basicamente através de máscaras de tratamento, mas caso você queira e possa usar linhas completas com shampoo, máscara e condicionador, entre outros itens, não há problema algum.

 

Começando com a Hidratação, como o próprio nome já diz, vai repor água nos fios, incluindo vitaminas.
A máscara de hidratação precisa conter alguma – ou mais de uma – vitamina, glicerina, bepantol, etc.

 

A Nutrição vai repor lipídios e ela é feita através de máscaras que contém alguma manteigas, ceramidas ou óleos.

 

Já a Reconstrução, apesar de ser apontada pelos cabeleireiros como a solução de todos os seus problemas capilares, só vai repor proteína, então você deve usar nessa fase máscaras que contenham queratina, colágeno e/ou aminoácidos, ou seja, não adianta querer tratar seu cabelo apenas a base de reconstrução, pois ainda faltarão componentes para que seus fios fiquem saudáveis.

 

Assim como não podemos nutrir um cabelo que não retém líquido, não podemos reconstruir um cabelo sem lipídios, dessa forma, o que o cabelo mais precisa basicamente é de hidratação, em seguida nutrição e por último reconstrução, mas não existe uma “fórmula” correta que sirva para todos os tipos de cabelos, cada caso é um caso, por exemplo o meu cabelo, que gosta muito de nutrição, eu procuro inserir mais nutrições em minha rotina:

 

Primeiro ciclo: H-N-N
Segundo ciclo: H-N-N
Terceiro ciclo: H-N-R

 

E sempre seguindo fielmente, apesar de fazer algumas alterações de tempos em tempos, como quando eu retoco a raiz e faço mais reconstruções por conta da descoloração, porém sempre que eu lavo os fios, faço algum tratamento, de dois em dois dias.

Faz alguns poucos anos que faço o cronograma certinho e isso mudou a minha vida, haha.