A saga do platinado #1

Bom, vamos começar os posts bem no estilo “menininhas”. Eu decidi há alguns meses que eu ia ficar platinada de qualquer jeito, mas não um platinado qualquer, um platinado BRANCO, bem assim, nada a mais, nada a menos:

P!nk diva

Sempre sonhei com os cabelos de anime e já tinha realizado meu sonho de tê-lo roxo, passei pelo lilás, metade azul com metade roxo… Mas o que me fez me decidir, além de ver cabelos lindos pela internet, foi um tempo ocioso que tive entre o Natal e o Ano novo, que me fizeram experimentar platinar minha franja.

Achievement unlocked!

Depois do objetivo conquistado com louvor e até bem facilmente eu simplesmente me apaixonei por cabelos brancos e resolvi que minha nova meta seria deixar ele todo assim, apenas com duas mechas coloridas, uma de cada lado da cabeça, rosa e laranja pastéis.

Decidida, comecei a preparar os fios para receber o descolorante e a me preparar psicologicamente para a mudança. Além de pesquisar muito sobre o processo e produtos, conversei com a minha cabeleireira colorida, que com certeza entende muito mais do que eu e poderia me ajudar muito além de fazer o processo em si. Marcamos a data e eu tive que cortar uma parte bem danificada do meu cabelo, para não prejudicá-lo mais e ajudar a crescer mais saudável, uma vez que eu já havia começado o Cronograma Capilar (que fica para outro post), e também o desejo num tamanho mais ou menos na altura do sutiã.

Tratamentos sempre feitos após cada lavagem, o dia da transformação chegou, comprei a ox e o descolorante Blond Me, para ter certeza dos danos mínimos ao meu cabelo já descolorido anteriormente.

Para obter um cabelo bem branquinho, é preciso matizar a cor amarela com um pigmento roxo, no caso, como meu cabelo estava bem clarinho e o roxo que estava antes ajudou, foi preciso lavar com shampoo desamarelador e passar um condicionador com umas gotinhas de tinta fantasia roxa e o resultado, como era de se esperar foi um manchadinho bem simpático:

Quase um degradê

Como eu sou colorida de coração e amo roxo/lilás não me importo nem um pouco de manchar o meu cabelo ou até mesmo chumbar. Inclusive muitas pessoas na rua me perguntam se é proposital, apesar de eu achar que está bem com cara de manchado mesmo, elas dizem que realmente parece um degradê, claro, que pra quem não conhece…

Agora o próximo passo é igualar a cor em toda a extensão dos fios, lavando o lilás para que vá saindo e matizando algumas partes que sempre cismam de ficar mais amarelinhas.

Será um processo longo e que me exigirá muita paciência, mas minha meta é conseguir até setembro que ele tenha passado dos ombros com a cor perfeita.

Comentários